Criptomoedas: novas possibilidades para o setor supermercadista

Com os avanços tecnológicos e as novas necessidades do mercado, as relações de compra e venda de produtos têm sofrido transformações importantes, as quais não podem ser ignoradas por aqueles que querem fazer parte da vanguarda dos negócios, principalmente do setor supermercadista.

Uma das tendências atuais é o avanço no valor e na democratização das criptomoedas. A princípio, elas eram utilizadas apenas como um sistema de especulação monetária. Com o passar do tempo, passaram a ter uma função social, servindo como meio de pagamento em diferentes setores, o que lhe agregou valor. Isso fez com que o ecossistema das moedas digitais se expandisse, possibilitando acesso a um maior número de pessoas.  Exemplo disso são os wallets digitais, disponíveis a qualquer pessoa física ou jurídica para armazenar suas criptomoedas. 

Vantagens das criptomoedas para setor dos supermercados 

Uma das vantagens da utilização das criptomoedas como forma de pagamento é a segurança que esse tipo de transação oferece. As operações são feitas de forma mais confiável, transparente e segura do que os modelos financeiros tradicionais, por conta de utilizarem criptografia para criar um sistema anti-hacking, associado ao blockchain.

Outro benefício da moeda digital está relacionado à burocracia e ao custo dos meios de pagamento mais utilizados atualmente nos supermercados, como, por exemplo, o cartão de crédito, que cobra taxas altíssimas. Há pouca ou nenhuma taxa nos pagamentos com moedas digitais. Além disso, para utilizar esse tipo de pagamento não é necessário instalar um sistema de e-commerce, nem pagar uma comissão, como, por exemplo, em serviços intermediadores como o PayPal.

Outro aspecto a ser considerado é o fato de que há muitas pessoas que possuem moedas virtuais, mas não sabem como utilizá-las. Ter esse serviço disponível nos supermercados pode atrair novos clientes. As empresas podem divulgar seu estabelecimento em sites como CoinMap, SpendBitcoins, BitcoinSearchEngine e outros, que listam os serviços que aceitam o pagamento com a criptomoeda. 

Manter o foco nas necessidades do cliente e nas novas tendências é essencial para a perpetuação de qualquer negócio, em especial no setor supermercadista. A longo prazo, adotar esse novo tipo de pagamento pode ser um diferencial no negócio em relação aos concorrentes e ignorá-lo pode significar perda de marketshare.  

Tendência de Mercado

Grandes empresas já estão investindo nesse novo modelo de transação financeira. Exemplo disso é a gigante mundial de pagamento VISA, que anunciou um aumento contínuo na utilização, por seus usuários, de cartões associados a criptomoedas. A empresa pretende ampliar a integração de sua rede com os criptoativos, a fim de facilitar a conversão e o uso de moedas digitais em 70 milhões de estabelecimentos comerciais em todo o mundo.

Outra grande rede internacional de supermercados também está de olho no mundo do Bitcoin e anunciou a contratação de funcionário para auxiliar no desenvolvimento em criptografia da empresa.  Ainda não se sabe se a vaga indica que a companhia irá aceitar criptomoedas como forma de pagamento ou se irá lançar uma moeda própria para utilização em sua rede de lojas. Contudo, esse fato aponta para novos rumos na maneira de se fazer negócios.

Hoje já há mais de 1000 novas criptomoedas em circulação e até países interessados em criar suas próprias moedas digitais, mostrando, assim, que esse é um caminho sem volta.