O que os supermercados devem fazer para garantir a segurança de seus clientes e colaboradores?

Lavar sempre as mãos e ter ao lado um frasco de álcool em gel são medidas essenciais de prevenção ao contágio do Corona vírus. Isso muitos já sabem. Mas quais são os cuidados que os supermercados devem ter para que seus clientes e colaboradores estejam protegidos?

Informação e controle mais rígido de higiene são as duplas infalíveis para ajudar a proteger a todos nesse momento de pandemia.

Sabe aquele ditado “água mole em pedra dura tanto bate até que fura”? Ele nunca fez tanto sentido quanto agora!

Parece que não, mas ainda há uma parte da população que não está levando tão a sério os cuidados para se prevenir do contágio. E justamente por causa disso, é importante relembrar aos funcionários a lavar sempre as mãos e usar de forma correta máscaras, luvas e tocas – principalmente os que mexem diretamente com alimentos e contato com o público.

Mas as medidas não param por aí. Também é preciso atentar-se aos clientes para que eles, inclusive, se sintam protegidos na hora de ir às compras. Esterilizar frequentemente carrinhos e cestas, medir a temperatura de cada pessoa antes de entrar no mercado e fornecer álcool em gel são medidas de precaução muito bem vistas.

Clientes: façam a sua parte

As empresas precisam ser extremamente cautelosas neste momento, mas é preciso que os clientes também tomem os devidos cuidados. Para facilitar, listamos aqui as principais cautelas que devem ser tomadas:

– Faça uma lista previamente de tudo que precisa comprar: isso ajuda evitar que você fique mais tempo que o necessário em lugares públicos;

– Não leve a mão no rosto enquanto estiver no mercado: outras pessoas tocaram nos mesmos itens e superfícies que você. Todo cuidado é pouco!

– Higienize embalagens e alimentos antes de guardá-los: o recomendável é tirar os produtos de sacolas plásticas, guardar em outro recipiente esterilizado, jogar fora a embalagem e lavar as mãos antes de consumir. O mesmo cuidado vale para compras feitas via aplicativos e entregas por delivery.

– Mantenha distância de outras pessoas durante as filas de pagamentos: o recomendável é sempre manter-se 1,5 metro distante.

– Prefira fazer compras em horários menos movimentados: isso evita com que você esteja mais exposto ao contágio, mas não elimina a possibilidade. O vírus sobrevive durante horas nas superfícies. 

– Fique em casa o máximo possível: a recomendação é que as pessoas só saiam para comprar itens essenciais.

Quanto mais cautela tivermos, mais proteção teremos. Faça sua parte por você e por todos a sua volta. Agora, mais do que nunca, é preciso pensar na coletividade. Todos por todos!