Mês do Consumidor – O que o consumidor espera dos Supermercados

Uma data aguardada por muitos varejistas chegou, dia 15 de março, o Dia do Consumidor. Muitos aproveitam o mote dessa data para encher os olhos dos clientes com promoções, descontos e condições especiais, proporcionando um dia ou uma semana especial.

O Dia do Consumidor ganhou força no Brasil a partir de 2014, após uma campanha feita pelo Buscapé, um site de comparação de preços. Depois disso, vem crescendo cada vez mais como estratégia dos lojistas para atrair clientes e começar o ano com o pé direito.

 

O que o consumidor espera dos Supermercados

Pensar no cliente e em suas necessidades são pontos decisivos, que fazem a diferença na hora de satisfazer e fidelizar o consumidor. Isso irá fortalecer o relacionamento e blindar seu negócio contra as outras opções disponíveis no mercado.

Pensando em como agradar o cliente, principalmente nessa semana do consumidor, veja o que pode fazer a diferença para sua rede:

 

1)    Construa uma relação de confiança

Mantenha uma relação de transparência com seus consumidores, fornecedores e colaboradores, por meio de um discurso consistente e coerente com aquilo que você pratica. Isso irá gerar uma reputação positiva ao seu negócio.

Dê atenção à sinalização dos preços e às dúvidas dos clientes, pois caso eles se sintam confusos,  perderão  a confiança ao realizar a compra.

De acordo com o Food Marketing Institute, em seu relatório de 2017 sobre as Tendências de Compras de Supermercados nos EUA, “os consumidores de supermercados querem mais do que apenas informações, e desejam a transparência que envolve toda a experiência de consumo, com garantias de segurança alimentar, busca pela saúde e bem-estar, além de apresentarem um apetite pela descoberta e vontade de se conectarem de forma mais próxima com a comida”.

 

2)    Permita uma experiência agradável ao consumidor

Presencialmente ou online, faça com que a experiência de compra dos seus clientes seja única.

É preciso trabalhar o seu ponto de venda de modo que os visitantes tenham uma experiência agradável e encontrem facilmente o que buscam. Da mesma forma, o ambiente online deve ser simples e intuitivo, para que os clientes não desistam da compra.

Esses são detalhes relevantes, que ajudam a formar a percepção de confiança e qualidade na mente dos consumidores. E o mais relevante: essa experiência permite uma sensação de bem-estar na sua loja (física ou online), o que faz com que eles queiram voltar.

Um estudo solicitado pela empresa norte-americana LogMwIn ao Instituto Ovum (organização inglesa de consultoria e pesquisa), constatou que 82% dos entrevistados deixam de fazer negócios com uma marca devido a uma única experiência ruim.

 

3)    Ofereça um atendimento ágil

Depois do preço, o atendimento é a variável mais importante para os clientes. Os próprios supermercadistas consideram esse quesito  como fator de atração e, principalmente, de fidelização do consumidor. É fundamental que os clientes sintam que foram atendidos com cordialidade e eficiência durante suas compras na loja.

Uma pesquisa realizada com 1.400 consumidores em São Paulo, Paraná e Minas Gerais, mostra que 53% consideram excelente o atendimento nos supermercados que frequentam. Contudo, deixam claro que é preciso continuar a melhorar o padrão, demonstrando assim um grau crescente de exigência.

Podemos considerar que sempre existem oportunidades para melhoria no atendimento, buscando maior satisfação dessa outra metade de consumidores, que ainda não  considera o atendimento excelente.

 

4)    Atenda as necessidades dos clientes

Cada consumidor tem um hábito, desejo e necessidade específicos na hora da compra. As pessoas são diferentes e possuem maneiras distintas de consumir.

Uma forma de poder atender a expectativa de cada um é conhecer muito bem o perfil do seu público. Só assim será possível criar interações e pensar em estratégias diferenciadas para atendê-lo.

A preocupação maior deve ser a de resolver qualquer tipo de problema dos clientes e não apenas a venda em si.

Uma maneira que conhecer melhor as pessoas que consomem na sua rede é criar um banco de dados a partir dos desejos e preferências de quem compra em seu supermercado. Com essas informações será possível desenvolver campanhas e ofertas direcionadas, de acordo com as expectativas de seus clientes.

 

Segundo a pesquisa Personalization Pulse Check, realizada pela Accenture, 91% dos consumidores têm mais chances de comprar de marcas que ofereçam ofertas e recomendações relevantes a eles. 

Além disso, essa mesma pesquisa mostra que 83% dos entrevistados estão dispostos a compartilhar dados para permitir uma experiência personalizada. 

 

Um bom resultado nas vendas depende de um olhar atento ao consumidor que está cada vez mais exigente e à procura de supermercados que atendam seus desejos e entendam  suas necessidades.

Expositores funcionais e de alta qualidade facilitam a limpeza e gerenciamento do estoque.
Confira as soluções da ProMarket.

Fontes:

https://blog.olist.com/1-dia-do-consumidor-data-e-dicas-para-vender-mais/

https://blog.melhorenvio.com.br/dia-do-consumidor-prepare-se-cedo-para-nao-perder-vendas/

https://byprice.com.br/blog/dicas-para-supermercados/o-que-o-cliente-espera-de-um-supermercado/

 https://www.promoview.com.br/categoria/conteudo/82-por-cento-dos-consumidores-deixam-de-comprar-apos-uma-experiencia-negativa.html

https://www.supermarketnews.com/consumer-trends/shoppers-want-transparency-fmi-trends-report-reveals

https://www.fgv.br/rae/artigos/revista-rae-vol-38-num-3-ano-nid-45707/

https://www.accenture.com/br-pt/company-news-release-accenture-study-alerts-brands-increasing-gap